PUBLICADO EM 28 DE JULHO DE 2020

A Associação Quilombola do Cumbe, no município do Aracati, litoral leste do Ceará, com o Apoio do Fundo Baobá para Equidade Racial, faz doações de cem (100) kits de produtos de limpezas, higiene pessoal e máscaras para famílias quilombolas do Cumbe durante o período da pandemia do coronavírus.

 

Todos esforços são necessários para evitarmos o máximo o contágio do COVID-19, que em algumas pessoas pode se manifestar com sintomas de uma gripe comum, mas para outras pode ser mais graves agravando o quadro de saúde inclusive levando a óbito.

 

Na comunidade do Cumbe através de reuniões virtuais a coordenação da associação tem discutido possíveis medidas que ajudem na proteção desse vírus, sabendo da fragilidade da estrutura do serviço de saúde publica no município de Aracati-CE.

 

Seguindo as orientações dos órgãos de saúde e dispositivos de leis municipais, estaduais e federais, dentre as orientações está o isolamento social.

 

 Seguir a risca essas orientações também é necessário ter subsídios que permita que as pessoas possam ficar em suas casa evitando o máximo a exposição, como auxílios financeiros, doações de cestas básicas e matérias de limpeza e higiene pessoal, levando em conta a situação socioeconômica de cada um.

 

Nesse sentido buscamos parcerias  de órgãos governamentais e não governamentais, empresas privadas para apoio em demandas de combate ao COVID-19. 

wix13.PNG

Foram montados kits dos produtos e entregues  no mês de junho de 2020.

O primeiro apoio para combate  ao C0VID-19 veio pelo Fundo Baobá, que é um fundo para equidade racial. Uma organização sem fins lucrativos que atua principalmente na ragião nordeste do pais. O apoio veio através de um edital especifico emergencial para a aquisição de produtos de higiene e limpeza para serem doados. O apoio contemplou 100 (cem) famiías

 entre elas quilombolas e não quilombolas.

Ainda no mês de junho de 2020, acessamos o edital para Chamadas de Projetos Para Apoio aos Grupos de Base no Enfrentamento ao COVID-19, Regiões Norte e Nordeste. O projeto na linha de ações que possibilitem a redução do impacto socieconômico gerado pela crise da pandemia pelo Fundo Socioambiental Casa. O objetivo geral do projeto é finalizar o processo de construção da unidade de 

nitário. Temos o objetivo de garantir a comercialização e/ou doação da produção pesqueira como mariscos (ostras, sururu, intam e buzio); crustáceos (caranguejo-uçá, siri, camarão do rio e guaiamum) e peixes (carapeba, tainha, sauna, camurim e etc), tirando a pessoa do atravessador, agregando valor a produção. No contexto da pandemia do coronavírus, nossa intenção é comprar os pescados dos quilombolas do Cumbe e fazer a doação na região para as comunidades vulnerabilizadas pela covid-19 como quilombolas, comunidades rurais, assentamentos da reforma agrária e comunidades urbanas, colaborando com a soberania e segurança alimentar dessa população. Desta forma, trabalharemos a economia solidária, fortalecendo a pesca e mariscagem ar-

beneficiamento de pescado e do restaurante comu-

tesanal, gerando renda e alimento para comunidade do Cumbe, além de contribuir com comunidades rurais e urbanas da região que sofrem atualmente com desafios devido ao Covid-19 para a garantia mínima de alimentação. Para isso, precisamos fazer um investimento na unidade de pesca que proporcione o beneficiamento, embalagem, armazenamento e distribuição dos alimentos. Tal investimento ainda auxiliará os futuros processos comunitários de economia solidária, através da geração de renda e fortalecimento da pesca artesanal local. Robustecendo os processos comunitários em defesa e afirmação do território Quilombola do Cumbe e o seu bem-viver.

Ainda no mês de junho  a Associação Quilombola do Cumbe na mesma linha do combate ao COVID-19, junto ao Fundo Brasil de Direitos Humano, acessa recurso para aquisição de 100 (cem) cestas básicas, 100 (cem) kits de materiais de higiene pessoal,limpeza e compra de tecidos para confecção de mascaras para serem distribuídas para 100 (cem) familias quilombolas e não quilombola

Além dessas instituições citadas acima também temos outras parcerias que já vem nos apoiando em várias ações dentro da comunidade quilombola. Que já atuava bem antes da pandemia do COVID-19, e se estende para além desse momento, traçando objetivos específicos e gerais de preservação, proteção, garantias de direitos, firmando acordos e cooperações mútuas minimizando efeitos negativos de empreendimentos instalados no território do Cumbe.

PARCERIAS:

CONSELHO PASTORAL DOS PESCADORES.JPG
wix 28.png

Associação Quilombola do Cumbe - Comunidade do Cumbe, Aracati, Ceará.

  • Facebook - Grey Circle